Seja bem-vindo. Hoje é

domingo, 13 de março de 2011

MAIOR PARTE DA CHUVA DO DOMINGO FOI NA MADRUGADA EM SC

Esse domingo foi mais um dia com muita chuva no nordeste e litoral de Santa Catarina, sobretudo durante a madrugada e manhã, continuação da chuva ininterrupta de ontem. Pela imagem de satélite, vimos que a nebulosidade persistiu por todo o leste do estado.


Só entre ontem e hoje, o município de Brusque no Vale do Itajai, registrou um acumulado de 142,2mm, o que representa 85% do esperado para todo o mês de março. Por lá já foi decretado situação de emergência devido aos grandes alagamentos e deslizamentos de terra (foto abaixo).

Brusque - SC
Em Jaraguá do Sul onde já há 400 desabrigados, a estação meteorológica da prefeitura teve 95mm somados em apenas 7 horas de chuva, o que acabou causando aumento do nível do rio Itapocu. Na localidade de Ilha da Figueira, o rio ficou 1,5m acima da cota, como mostra a foto tirada pelo colaborador Matheus Borger.

Jaraguá do Sul - SC
De acordo com os dados das estações meteorológicas do CIRAM, CEOPS e INMET, as cidades que mais tiveram chuva neste domingo foram Florianópolis com 96,3mm, seguida de São José e São Francisco do Sul com 96,0mm e 64,8mm, respectivamente. Acompanhe mais detalhes em outras cidades na tabela a seguir.

Cidade (ESTAÇÃO Precipitação sábado (mm)
Florianópolis (CIRAM)96,3
São José (INMET)96,0
São Francisco do Sul (CIRAM)64,8
Joinville (CIRAM)57,2
Morro da Igreja (INMET)52,2
Massaranduba (CIRAM)48,8
Itajaí (CIRAM)45,2
Brusque (CEOPS)40,3
Indaial (CIRAM)35,4
Blumenau (CEOPS)28,4
Timbó (CIRAM)19,8
Jacinto Machado (CIRAM)11,2

No oeste e meio-oeste apenas quatro municípios registram chuva, mesmo que em pouca quantidade e associadas a formações convectivas e a aproximação da frente fria. São eles: Chapecó com 2mm, Caçador com 0,6mm, 0,2mm em Lebon Régis e 4,4mm em Curitibanos.

Durante a madrugada e primeiras horas da manhã, o estado catarinense ainda estava sob influência do cavado (área alongada de baixa pressão atmosférica) de níveis médios e altos. Porém este se deslocou rumo ao sudeste do Brasil. Com isso ficamos apenas com a circulação marítima, que enfraqueceu devido a aproximação da frente fria. Essa frente fria já trazia um ar bastante frio para boa parte da Argentina, Uruguai e sudoeste gaúcho, como mostra a figura com análise de temperatura e pressão as 9 horas da manhã de hoje.
Nesta noite, a imagem de satélite (abaixo) nos mostra a banda de nebulosidade frontal cobrindo em sua maior parte o oceano junto ao litoral do sul do Brasil, visto que o sistema frontal está agora mais oceânico. O ciclone extratropical associado (letra B) se encontra também no mar na altura da costa norte da Argentina, apresentando pressão de 981 hPa em seu centro, denotando bastante intensidade. 


Para a segunda-feira, o CIRAM prevê uma dia com muitas nuvens e chance de chuva a qualquer momento, inclusive com descargas elétricas. Apenas o oeste e meio-oeste terão sol e bastante calor. Como a frente fria tende desviar para leste, a massa de ar frio pós frontal trará frio na terça-feira, mas também o retorno da circulação marítima no litoral.

DADOS: INMET, CPTEC/INPE, EPAGRI-CIRAM, CEOPS, MARINHA DO BRASIL, DIÁRIO CATARINENSE.

Um comentário:

Ministério disse...

A apresentadora Hebe Camargo tem um dica importante para você! Confira o vídeo da campanha Saúde Não Tem Preço: http://bit.ly/gwEDaB

Siga-nos no Twitter e fique por dentro desta campanha: www.twitter.com/minsaude
Para mais informações: comunicacao@saude.gov.br ou www.formspring.me/minsaude
Obrigado,
Ministério da Saúde